Categoria: Alimentação

0

Consumo diário de queijo pode proteger saúde cardiovascular

  Boas notícias para os amantes de queijo: um novo estudo sugere que o consumo de cerca de 40 gramas diários daquele produto lácteo pode ajudar a reduzir o risco de doenças cardiovasculares e acidente vascular cerebral (AVC). O queijo contém muitos nutrientes benéficos para a saúde como vitaminas A e B12, cálcio e zinco. No entanto, por ser rico em gordura saturada, pode fazer aumentar os níveis de colesterol e por sua vez o...

0

Carne de laboratório ou insectos tornar-se-ão alternativas à proteína animal?

   A criação de animais para consumo humano significa menos saúde e pior ambiente, alertam investigadores num estudo internacional em que se sugere peixe, carne criada em laboratório e até insectos como fontes alternativas de proteína animal, noticiou a agência Lusa. “Pela saúde humana e pelo ambiente, os padrões de consumo alimentar terão que mudar”, aponta-se no documento elaborado por um conselho que reúne as academias de ciências dos países da União Europeia, Noruega e...

0

Cogumelos estão cheios de antioxidantes com potencial anti envelhecimento

  Uma equipa de investigadores, que integrou Robert Beelman, professor de Ciência Alimentar e director do Centro de Plantas e Cogumelos para a Saúde da Universidade de Pen State, EUA, descobriu que os cogumelos têm altos níveis de ergotionina e glutationa, ambos antioxidantes importantes. A equipa também descobriu que as quantidades desses dois compostos variam muito entre as espécies de cogumelos. “O que descobrimos foi que, sem dúvida, os cogumelos são a maior fonte dietética...

0

Alimentação desordenada em jovens prejudica a saúde a longo termo

  Os jovens adultos que seguem uma alimentação desordenada poderão ter a sua saúde afectada a longo prazo, indicou um novo estudo. A alimentação desordenada caracteriza-se pela arbitrariedade em decidir-se se se está com fome ou saciado, independentemente de como o individuo se sente, pelo consumo de bebidas não calóricas para não se sentir fome e por dietas excessivamente rigorosas ou abstenção de determinados alimentos com o intuito de se perder peso, usando desculpas como...

0

10 sintomas que identificam que você é intolerante ao glúten

Mais de 55 doenças têm sido associadas ao glúten, a proteína presente no trigo, centeio e cevada. Estima-se que 99% das pessoas que são intolerantes ao glúten ou celíacos nunca são diagnosticadas. Se você tiver qualquer um dos seguintes sintomas pode ser um sinal de que tem intolerância ao glúten: 1- Problemas digestivos, como gases, flatulência, diarreias e até prisão de ventre particularmente nas crianças após a ingestão de glúten. 2- Queratose pilar, também conhecido...

0

Glúten: Tolerar a intolerância

A intolerância ao glúten implica deixar ao longe alguns alimentos que aguçam o apetite. Mas, mesmo sem chocolates, bolos ou pizzas, não faltarão saborosos motivos para celebrar a Vida! Viver implica comer, porque os alimentos são os nossos fornecedores de energia e nutrientes essenciais. Só que, para cumprirem a missão, têm de ser digeridos e absorvidos no tubo digestivo. acontece que algumas pessoas têm um organismo que desencadeia certas reacções quando alguns alimentos entram em...

0

Sal no pão vai baixar ainda mais a partir de 2018

  O teor de sal irá baixar 0,1 gramas, ficando em 1,3 gramas por cada 100 gramas de pão O teor de sal no pão vai baixar ainda mais a partir do próximo ano, de acordo com um protocolo que foi assinado entre o Estado e a indústria da panificação e pastelaria. Segundo o texto do protocolo, a que a agência Lusa teve acesso, haverá uma redução gradual do teor de sal no pão entre...

1

Alimentação Económica e Saudável

Como se alimentar de forma saudável durante a crise financeira É possível seguir algumas directrizes e continuar a comprar alimentos saudáveis, ao invés de passar, devido à crise, para uma dieta de batatas fritas, queijo e massas, ou hambúrguer e cachorro quente. Faça o seu próprio café em casa, compre fruta e legumes da estação, e ocasionalmente, substitua a carne por fontes de proteínas alternativas, como ovos e feijão, e, mesmo que pareça uma solução...