Gatos pretos: sorte ou azar?

Photo by Antonino Visalli on Unsplash
Partilha nas redes:

Os pobres gatos pretos, demonizados por séculos, ainda são considerados por muitos como portadores de má sorte. Existe uma superstição quanto aos gatos pretos e, infelizmente, têm menos probabilidade de serem adoptados. Na realidade, muitas culturas têm crenças diferentes sobre estes felinos de pelagem preta. Ver um gato preto tem sido associado à sorte – boa e má – há milhares de anos.

 

De onde vem a superstição dos gatos pretos?
A superstição dos gatos pretos na cultura ocidental remonta à Grécia antiga. Segundo a mitologia grega, a esposa de Zeus, Hera, transformou a sua criada, Galinthias, num gato preto como punição por impedir o nascimento de Hércules. Galinthias tornou-se assistente de Hécate, a deusa da bruxaria, e os gatos pretos tiveram significados únicos em várias culturas desde então.

 

MITO 1: Ver um gato preto traz má sorte
Provavelmente já ouviu falar que dá azar se um gato preto cruzar no seu caminho. Embora a origem desse mito comum sobre os gatos pretos seja incerta, isso pode ter a ver com o comportamento dos gatos. Os movimentos astutos de um gato preto podem sugerir a algumas pessoas supersticiosas que ele não é bom.

 

FACTO 1
Quantas pessoas já tiveram gatos pretos a cruzar os seus caminhos? Quantas dessas pessoas foram condenadas a uma vida de má sorte? Os gatos pretos não devem ter uma má reputação só porque parecem sorrateiros. De facto, eles são vistos como portadores de boa sorte em muitas culturas. Na Escócia, acreditam que um gato preto em frente à sua casa traz prosperidade. No Japão, acredita-se que os gatos pretos ajudam as mulheres solteiras a encontrar pretendentes. Há muitas superstições malucas, mas a maioria das pessoas vê os gatos como animais fofinhos – não assustadores.

 

RELACIONADO:  Por que os gatos ronronam?

MITO 2: Gatos pretos são bruxas
Muitos dos primeiros colonos americanos acreditavam em bruxas que podiam assumir a forma de gatos pretos. Isso permitiria que elas passassem despercebidas enquanto realizavam feitiços. Também acreditava-se que uma bruxa poderia transformar-se num gato preto até nove vezes, o que pode ter algo a ver com a crença de que os gatos têm nove vidas. Na cultura pop de hoje, os gatos pretos são frequentemente apresentados como bruxas ou ao lado de delas.

 

FACTO 2
Se você já teve um gato preto ronronando perto de si, saberia que ele é fofinho demais para ser uma bruxa. A única coisa mais malvada que ele poderá fazer é arranhar o seu sofá.

 

MITO 3: Os gatos pretos não devem ser adoptados
Os gatos pretos têm uma das mais baixas taxas de adopção e uma das mais altas taxas de eutanásia. Geralmente as pessoas publicam fotos dos seus gatos fofos e adoráveis na internet, e os gatos pretos são mais difíceis de fotografar do que os gatos de pelagem mais clara. Os potenciais tutores adoptivos consideram os gatos pretos menos amigáveis do que os animais de pelagem mais clara, apenas com base em fotografias. Nos EUA, os gatis não permitem as pessoas adoptarem gatos pretos em Outubro, com medo de serem usados como acessórios de Halloween.

 

RELACIONADO:  A verdade sobre o catnip e os efeitos nos felinos

FACTO 3
Os gatos não devem ser adoptados como animais de estimação apenas com base em fotografias; conhecer o animal pessoalmente é a melhor maneira de avaliar se é o mais adequado para si. O seu par perfeito pode ser um doce gato preto esperando por si num gatil da sua área. Para não dizer que os gatos pretos são óptimos para evitar que os pêlos claros apareçam em todas as suas roupas.

 

gato-preto-vida-merda

Vamos tentar deixar os velhos mitos para trás e mostrar aos gatos pretos o amor que eles merecem, assim como qualquer outro gato.

Partilha nas redes:

rickyunic

Um projecto com mais de 15 anos, onde apresento e abordo assuntos que me interessam a cada momento da vida. Desde humor, a saúde, passando pela tecnologia, a sexualidade e a espiritualidade. Tudo é válido neste espaço. Conto consigo para passar um bom momento a dois. Peace and Love. Carpe diem. Namastê.