11 principais causas do cancro que provavelmente nunca imaginou

Photo by Nicolas Postiglioni from Pexels
Tempo de leitura: 5 min.

A maioria de nós “come” cancro diariamente. Esqueça as calorias, os hidratos de carbono ou seu peso. Nenhum deles terá importância quando o oncologista nos mandar para casa, sem cura à vista.

Você quer a cura? Vamos conhecer o que realmente polui os nossos órgãos, o que danifica as nossas células e o que destrói as boas bactérias intestinais, levando-nos a um corredor escuro e perigoso de mutação celular, onde as nossas próprias células atracam o nosso corpo e onde a medicina convencional adiciona ainda mais problemas.

Aqui estão as 11 principais causas do cancro que você pode nunca ter imaginado.

1. Stresse
Sente-se stressado? Stressa desnecessariamente? Sabia que o stresse pode drenar as suas glândulas supra-renais que são sobre os rins? Isso pode afectar o equilíbrio de sal na agua do nosso corpo e afectar a pressão arterial. Também pode aumentar os níveis de glicose no sangue e causar reacções inflamatórias. O síndrome de Cushing é uma doença em que as glândulas super-renais produzem em demasia cortisol, causando um cancro agressivo que gera uma produção excessiva de hormonas. A fadiga adrenal é frequentemente causada pela má qualidade do sono, toxicidade por metais pesados, infecções respiratórias crónicas e, sim, pelo stresse.

2. Nitratos
Carnes processadas contêm nitratos como forma de conservação, que são basicamente sais altamente concentrados que causam cancro. O nitritos foram classificados como cancerígenos da classe 1-A juntamente com os cigarros. Por muito bom que o bacon possa saber, ele cheira a cancro. Corte os cachorros quentes, charcutarias, salsichas e bacon e reduzirá massivamente as suas chances de ter cancro.

3. Água da torneira fluoretada
Não, o flúor na água não ajuda a dentes fortes e a combater cáries. Se você bebe água da torneira, inclusive para fazer café, chá ou para misturar com pós para bebidas instantâneas, você está a alimentar as células cancerígenas bebendo um insecticida tóxico.

4. Aspartame
O aspartame é chamado de “doce miséria” porque este adoçante artificial é feito do excremento de E-coli e provoca o aumento de peso, cancro e sintomas que enganam os médicos e fazem acreditar que você tem esclerose múltipla. O aspartame é feito por empresas farmacêuticas que não querem nada além da sua morte lenta, o dinheiro da sua conta poupança e mais pessoas a acreditar que “livre de açúcar” significa inofensivo.

5. Glutamato monossódico
Já teve uma enxaqueca tão má que qualquer som alto ou luzes brilhantes fazem você pensar que a sua cabeça pode rachar como uma casca de ovo? Isso é uma enxaqueca de glutamato monossódico. Este sal concentrado é geneticamente modificado e é frequentemente em comida chinesa, sopas enlatadas, batatas fritas picantes, carnes curadas, sopas enlatadas, batatas fritas picantes, frango de fast food e em milhares de outros produtos. O glutamato monossódico também tem “primos” que, quando combinados, causam as mesmas dores de cabeça e desidratação grave. O glutamato monossódico é uma fórmula preparada quimicamente que provoca aumento de peso, danos cerebrais, inflamação e cancro do fígado.

6. Óleos processados
A maioria dos óleos são processados com produtos químicos industriais para remover o odor e impedir que se estraguem nas prateleiras dos supermercados. Se a comida não se estraga, não coma! Do óleo de soja ao óleo de milho, a maioria dos óleos ainda contêm hexano, um componente do vapor da gasolina. Está literalmente a comer cancro.

7. Vacinas – incluindo vacinas contra a gripe
Sim. As vacinas contêm neurotoxinas cancerígenas conhecidas. Células infectadas de rim do macaco verde infectado, células fetais de abortos, alumínio, mercúrio, gelatina, ovos, caseína, óleo de amendoim, polissorbato 80, células diplóides humanas, formaldeído e circovírus procino são alguns dos ingredientes mais estranhos incluídos nas vacinas e que ninguém lê.

8. Medicamentos prescritos
Sim, as próprias prescrições médicas são, na maioria das vezes, cancerígenas, aumentando problemas de saúde.

9. Alimentos brancos
Quase todos os alimentos brancos são branqueados causando cancro no pâncreas e na bexiga. Pense no pão branco, arroz, açúcar, farinha e até mesmo filtros de café.

10. Pesticidas
OGM significa que as culturas são geneticamente modificadas para conter pesticidas e são pulverizadas com quantidades ilimitadas desses mesmos produtos químicos para matar insectos e ervas daninhas.

11. Diabetes
Estudos comprovam que diabetes acarreta um risco acrescido para muitas formas de cancro. E porquê? Altos níveis de insulina promovem o crescimento do tumor. Os riscos de cancro são duplicados pela presença de diabetes tipo 2 nos seguintes tipos: fígado, mama, pâncreas, cancro colorrectal, linfomas e até mesmo o cancro do útero.

Lembre-se: cancro, Alzheimer, diabetes e doenças cardíacas quase não existiam há um século.

Gostou deste artigo?

Clique nas estrelas para avaliar o artigo!

Classificação média / 5. Número de votos:

Como achou este artigo útil...

Siga-nos nas redes sociais!

Também poderá gostar de...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.