Quantcast

7 cristais obrigatórios na sua colecção e o seu poder de cura

Mais antigos do que as civilizações mais antigas, mas emergentes como um dos novos interesses principais dos tempos modernos, os cristais e pedras curativas são um elemento atemporal da sociedade e da vida humana. Provavelmente os cristais nunca tiveram tamanha explosão de popularidade e conveniência num mercado mundial, tanto como joias e talismãs espirituais, quanto como decoração e peças de colecção.

Novas espécies de minerais vão sendo descobertas regularmente e estudados à medida que as camadas em constante mudança do nosso implacável planeta revelam o que é criado através do intemperismo, actividade vulcânica e mudanças tectónicas.

Com o que parece ser um pico incrível de interesse pela cura com cristais e o uso ou transporte de pedras para fortalecimento, protecção ou autodesenvolvimento espiritual, a grande variedade de pedras pode ser esmagadora. Então, por onde começar?

Embora grupos ou tipos de pedram possam partilhar semelhanças com base na sua composição química, local de origem e outras características, cada pedra também é uma presença individual, e espécimes específicos também exalam energias diferentes. Isso cria ambiguidade e também diversidade.

Há, no entanto, algumas pedras que, embora cada pessoa ou mesmo cultura possa usá-las de maneira um pouco diferente, ao longo da história e de uma infinidade de civilizações, uma afinidade na cura e usos medicinais surpreendentemente semelhantes, dando-nos pistas de que talvez algumas pedras estejam a “trabalhar” com o Ser Humano com uma missão específica como as suas capacidades ou destino.

Vamos então conhecer as 7 pedras arquetípicas que são obrigatórias na sua colecção.


1. Obsidiana
– “o espelho fumegante“:
Obsidiana
A obsidiana é um vidro vulcânico criado
quando a lava quente esfria muito rapidamente. Embora tecnicamente não seja um cristal, sendo que o vidro tem uma estrutura molecular amorfa, ainda assim foi adorado por culturas em todo o mundo ao longo dos milénios como uma pedra extremamente poderosa. O povo pré-colonial do México usava e adorava a obsidiana para muitos propósitos, relacionando-a ao “espelho fumegante” – uma referência à sua capacidade de reflectir os aspectos “escuros” e “claros” da natureza de alguém de volta a ela própria.

Mesmo na “nova era” dos cristais, a obsidiana ainda é respeitada como uma pedra de trabalho com a sombra. Uma pedra que seleccionamos quando estamos prontos para ver os aspectos distorcidos do Eu que precisam ser perdoados, corrigidos, integrados ou restaurados. A obsidiana não é uma pedra adequada para fins de bem-estar, mas uma para para se aprofundar.

A obsidiana também é profundamente purificadora daqueles aspectos que escondemos, ao mesmo tempo em que oferece um manto de protecção para nós enquanto enfrentamos o submundo.


2. Jade
– “a pedra da imortalidade“:
Jade

Jade é uma forma de quartzo e é, portanto, uma pedra relativamente dura e durável com uma dureza de 7 em 10 na escala de dureza de Moh (usada para avaliar a dureza relativa dos minerais). Esta pedra está há muito tempo no repertório de cura da Medicina Tradicional Chinesa e é reconhecida como uma pedra de vitalidade e também de independência.

A sua dureza também a associa à eternidade e, como tal, o seu dom de imortalidade relaciona-se à vitalidade do Eu físico e espiritual.

Segundo a lenda, a Jade foi formada por um antigo arco-íris que explica a multiplicidade de cores em que se pode formar, de vermelhos a roxos ou verdes, embora a jade verde seja a mais conhecida.

Mantendo a lenda da Jade a partir de um arco-íris, ela está associada ao céu e aos reinos celestiais e, portanto, deve ser considerada uma pedra do discernimento, dos reinos superiores da consciência e do sonho e uma excelente pedra para sonhar e meditar.

A Jade é esculpida frequentemente em formas arquetípicas, como dragões, serpentes e outros seres mitológicos protectores. Pode servir como um conector para guias espirituais de outros reinos.


3. Lápis Lazuli
– “o olho que vê tudo
Lapis Lazulo

A lápis-lazuli é mais uma pedra adorada desde os tempos antigos. Usada por taoistas, artistas europeus e egípcios, a lápis-lazuli há muito conquistou a imaginação e a apreciação de pessoas ao redor do mundo.

Tecnicamente, a lápis-lazuli, também não é um cristal mas uma rocha metamórfica combinada de muitas espécies, incluindo a lazurita azul índigo e o ouro cintilante da pirita de ferro. É a inclusão de calcita que confere a esta pedra manchas brancas.

Leia também:  Crianças Índigo

De acordo com a sua aparência celestial, esta pedra serve para nos lembrarmos que estamos conectados aos reinos superiores e aos céus, que sempre nos apoiam as nossas vidas. É uma pedra centrada no coração que simultaneamente ajuda quem trabalha com ela a manter a mente aberta, criando uma harmonia que revela que não há competição real na vida, mas um senso de conexão que nos une a todos nós.

Lápis-lazuli é uma escolha excepcional para aumentar a percepção psíquica e a intuição.


4. Esmeralda
– “o graal e a tábua
Esmeralda

A esmeralda é uma pedra profundamente entrelaçada com a história mítica e real da Alquimia. Esta pedra foi famosamente gravada como uma tábua do conhecimento universal secreto. A lendária tábua de esmeralda é uma fonte fundamental de informações sobre Alquimia, até mesmo formando conceitos modernos de Alquimia ocidental. Não é por acaso que a esmeralda seria a pedra eleita para uma criação tão profunda como o tom verde-terra profundo da esmeralda naturalmente a associa ao chakra do coração.

A meditação com esmeralda pode mostrar o que realmente importa neste mundo. O amor. O coração é o ponto de encontro dos Céus e da Terra. É o catalisador de toda a bondade do mundo.

A aparição da esmeralda nas lendas místicas da antiguidade não para por aqui. A esmeralda é comummente considerada uma pedra do Santo Graal esculpida e usada como recipiente ou taça de poderes milagrosos. Até foi associado à coroa de Lúcifer na história da sua expulsão do céu. A história diz que quando o Arcanjo Miguel atingiu a coroa de Lúcifer, a esmeralda caiu.

A esmeralda é uma pedra que representa e sustenta a encarnação da verdade. Quem trabalha com esmeraldas pode crescer na sua autenticidade do seu eu verdadeiro e honestidade para com os outros.


5. Quartzo
– “o grande cristal da Atlântida
Quartzo

Quando ouvimos a palavra “cristal” em si, a imagem que essencialmente nos vem à cabeça é a de um cristal de quartzo transparente. De facto, todas as formas de quartzo, um mineral de dióxido de sílica relativamente duro, é um dos minerais mais abundantes produzidos pela Terra.

O quartzo é uma pedra fundamental em todos os sentidos da palavra porque realça e amplia qualquer outra pedra ou vibração e pode atrair vibrações semelhantes para si. Esta é uma excelente pedra para trabalhar com a lei da atracção, pois pode ser carregada com qualquer intensão, tornando-a extremamente versátil.

Um pedaço de quartzo muito claro torna-se um prisma de luz quando atingido pelos raios solares. Adora ficar ao sol e pode ser carregado desta forma directamente, ao contrário de muitas outras pedras mais opacas. Como um feixe de luz, o quartzo pode focar, condensar, refratar e direccionar a própria luz.

Em termos de atracção, o quartzo claro é um boa escolha para as modalidades de cura com cristais, pois um cristal de quartzo colocado em áreas específicas do corpo energiza e traz força vital para o local escolhido. O quartzo em forma de “varinha”, longo e fino, pode ser usado em cirurgias energéticas e curas para cortar cordões de energia e cura psíquica.

O quartzo forma-se numa ampla variedade de cores, e a cor que exibe pode ser como um indicador visual intuitivo de como essa pedra pode servir melhor. O quartzo fumado, por exemplo, é castanho, cinza ou preto. Essa variedade de quartzo pode actuar como um vácuo energético para limpar energias ou entidades negativas.

O quartzo também é o grande cristal lendário da Atlântida conhecido pelo seu uso na tecnologia de cristais. De acordo com as lendas, as pessoas durante o tempo da Atlântida viviam em harmonia com o mundo ao seu redor e as forças da natureza que incluíam uma conexão íntima com o reino mineral. Diz-se que o cristal foi utilizado para avanços tecnológicos como energia limpa e como forma de armazenar e transmitir informações. Diz-se que o mau uso das pedras movido pelo ego para o ganho de poder contribuiu para a queda da Atlântida.


6. Ametista
– “pedra da temperança
Ametista

A ametista é a forma roxa de quartzo e outro membro amplamente amado do reino mineral. A palavra ametista deriva do grego “amethustos”, que significa “sóbrio”. Acreditava-se que era cristal de rocha tingido de roxo pelas lágrimas de Dionísio, o deus do vinho e da folia. De facto, há muito tempo está associado à quebra de vícios e à cessação de hábitos negativos.

Leia também:  Vício nos “smartphones” causa desequilíbrio no cérebro

Energeticamente, a ametista carrega a capacidade de ajudar a desenvolver a temperança. Isso é especialmente verdade porque a maioria dos vícios estão enraizados, em algum nível, numa sensação de vazio ou desconexão que uma pessoa pode sentir. Portanto, a ametista também carrega a mensagem de que a divindade reside em cada um de nós e, portanto, um sentimento de pertença e merecimento.

A ametista, com a sua conexão com o divino, é capaz de transmutar as emoções e basear a energia para um nível superior e encontrar a paz dentro das circunstâncias.


7. Diamante
– “o invencível
Diamante

O diamante é um mineral altamente cobiçado e amado em todo o mundo, valorizado pelo seu carácter único. Enquanto a maioria das pedras é uma combinação mineralógica de 2 ou mais elementos, o diamante é um produto apenas de carbono com a mais alta classificação de dureza na escala de Moh – a 10. A sua dureza e simplicidade química sugerem o seu carácter de permanência, força e simplicidade.

A palavra diamante também deriva do grego “adamas” que significa não domado ou conquistado. É uma pedra invencível. Embora possa cortar outras pedras, nenhuma outra a pode cortar. Essa energia dá à pessoa que trabalha com ela uma certa invencibilidade.

A percepção de que você é invencível é o que cria a invencibilidade, e a força que a traz à vida é o amor incondicional. Embora a indústria moderna de diamantes possa ter raízes e práticas distorcidas, ainda existem razões muito legítimas para associal diamantes a laços de amor inquebráveis.

A força e as capacidades transformacionais dos diamantes podem ser vistas se entendermos como eles se formam e examinando os elementos que estão envolvidos. Diamantes e grafite são ambas as formas de carbono. O grafite é macio o suficiente para criar a ponta dos lápis que usamos na escola, mas quando o carbono é submetido a uma pressão incrível dentro da Terra, então, e só então, pode nascer um diamante. É num momento de intenso calor e pressão que algo tão forte e brilhante como um diamante pode ser produzido. A energia dos diamantes serve para nos lembrar que os momentos de maior desafio moldam-nos para nos tornarmos expressões brilhantes de quem somos.

É importante comprar cristais autênticos e de origem ética. Se você está cético em relação a estes cristais de cura, provavelmente não trarão benefícios à sua vida, ainda que seja improvável que lhe façam mal. Uma mente aberta é a chave para obter as qualidades positivas destas belas pedras. Quer seja uma boa energia geral ou poderes de cura específicos, não há nada de errado em dar uma oportunidade aos cristais. Quem sabe você possa ficar agradavelmente surpreendido.

Leia o nosso artigo onde indicamos 4 cristais para ajudar a dormir melhor.

Diga-nos, através dos comentários, se tem alguma das pedras desta lista, ou se ficou com vontade em experimentar alguma.

5 1 voto
Avaliação do artigo
🔥 Sugestões:

rickyunic

Um projecto com mais de 19 anos, onde apresento e abordo assuntos que me interessam a cada momento da vida. Desde humor, a saúde, passando pela tecnologia, a sexualidade e a espiritualidade. Tudo é válido neste espaço. Conto consigo para passar um bom momento a dois. Peace and Love. Carpe diem. Namastê.

Também poderá gostar de...

5 1 voto
Avaliação do artigo
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários