Os homens mais velhos deveriam partilhar as tarefas domésticas. Porquê?

PUBLICIDADE

 

Um novo estudo indica que os homens mais velhos deveriam dedicar mais do seu tempo aos trabalhos domésticos pois este tipo de actividade beneficia a saúde.

Segundo os resultados do estudo liderado pelos investigadores Nicholas Adjei e Tilman Brand, da Universidade de Bremen, Alemanha, os homens e as mulheres mais velhas parecem continuar a assumir que os serviços domésticos são a responsabilidade da mulher, com as mulheres a executarem uma média de quase duas horas mais diárias nesta actividade do que os homens.

Com efeito, para o estudo, a equipa procurou determinar a forma como os adultos mais velhos, com 65 e mais anos de idade, distribuem o seu tempo e se essa distribuição é benéfica ou prejudicial para a saúde.

Os investigadores contaram com dados do Estudo do Uso do Tempo Multinacional (“Multinational Time Use Study”, na sua versão original em inglês), que integrava 15.333 homens e 20.907 mulheres com 65 anos ou mais de idade, oriundos de sete países diferentes incluindo, Reino Unido, Itália, Alemanha e EUA.

Foi investigado o emprego do tempo dos participantes em 41 actividades diferentes, como cozinhar, limpar e outras actividades domésticas e o seu impacto sobre a saúde dos participantes, relatada pelos próprios.

A equipa investigou igualmente se o número de horas de sono nos participantes influenciava a forma como as actividades domésticas afectavam a saúde, ressaltando a importância do sono para a saúde.

Os resultados revelaram que os homens mais velhos passavam cerca de 3,1 horas com actividades domésticas, enquanto as mulheres passavam quase 4,7 horas diárias, ou seja, quase 2 horas a mais.

Foi apurado que os adultos mais velhos que passavam entre 3 e 6 horas diárias com tarefas domésticas eram 25% mais propensos a dizerem que tinham boa saúde, em comparação com os que passavam entre 1 a 2 horas.

Relativamente ao sono, dormir menos de 7 horas ou mais de 8 horas por dia anulava os efeitos benéficos das tarefas domésticas para a saúde nas mulheres. Nos homens não foi visto um impacto semelhante.

Sendo assim, o estudo conclui que o desempenho de menos tarefas domésticas está associado a menos saúde em ambos os sexos, sendo que os investigadores recomendam que os mesmos sejam partilhados entre os homens e mulheres para que todos beneficiem.

PUBLICIDADE

Também poderá gostar de...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.