Quantcast

[Poema] Viagem ao outro lado…

Adormeci com a visão do paraíso no coração. Nas asas da luz me fiz voar, leve como um simples pensar, num pulsar de imaginação saltei longe, tão longe, que daqui não saí, mas no final do caminho, estava lá… e ouvi sem parar o canto dos pássaros da noite, que uivam ao brilho da lua, quando acordam do seu madrugar.

Numa das suas fases, abraçou-me de emoção. Os rios correndo encantados, serviam de beber a todos os caminhantes da luz, o sossego era tanto que os corações estremeciam de tanto ensurdecedor silêncio, mas a magia tranquilizava, como se me desse a mão… e me levasse com ela.

O respirar era doce, lento, pleno e intenso… então senti uma enorme alegria. Percebi que tinha chegado ao outro lado, sem medos, tão leve como uma pena e acordei, com um sorriso no olhar e pronta para mais um dia neste mundo que não me pertence, onde também não pertenço, mas que embora doa, a vida não pára. Pelo menos aqui, pelo menos por enquanto…

Leia também:  A única coisa que talvez seja verdadeiramente nossa é o tempo

 

Até já…

0 0 VOTOS
Avaliação do artigo
🔥 Sugestões:

Serena

Uma viajante entre dimensões, inconsciente das suas verdadeiras capacidades e propósitos. Sempre em busca do equilíbrio neste estado da vida onde me encontro.

Também poderá gostar de...

0 0 VOTOS
Avaliação do artigo
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários