11 comportamentos que revelam uma pessoa emocionalmente insensível

Tempo de leitura: 8 min.

A dormência emocional normalmente ocorre como um mecanismo de enfrentar situações, ou uma maneira de bloquear experiências ou emoções dolorosas. Os seguintes distúrbios podem levar alguém a ficar emocionalmente insensível:

  • Depressão
  • Ansiedade
  • Stresse pós-traumático
  • Stresse
  • Luto
  • Abuso de drogas
  • Traumas

Se você se sentir emocionalmente insensível, provavelmente passou por muita coisa na vida. A sua mente precisa de uma pausa e, como resultado, você começa a desligar as emoções negativas e positivas. Pode estar a pensar: “O que há de errado em sentir-me feliz?”. Bem, não podemos sentir alegria e felicidade sem sentir dor e tristeza. Uma pessoa insensível prefere não entrar nessa montanha-russa de emoções.

Uma pessoa que se dissocia de si própria e das suas emoções sente, geralmente, que a vida parece mais fácil quando as emoções não atrapalham. É claro que é óptimo quando parece que estamos na nuvens; cair de volta naquele abismo escuro repetidamente pode facilmente quebrar o espírito.

Sentir-se emocionalmente insensível é um processo lento que leva uma pessoa a se afastar lentamente da vida. Isso não acontece por opção; uma pessoa que nada sente, alguma vez que sentiu tudo tão profundamente, mas a dor desses sentimentos destruiu-a. Então, o cérebro reagiu bloqueando as suas emoções para lidar com o trauma.

Se isto soa familiar, consigo ou com alguém que você conhece, continue a ler para saber mais sobre isto e o que pode estar a acontecer.

Vamos conhecer 11 comportamentos que mostram que alguém está emocionalmente insensível:

À medida que avançamos nesta lista, tenha em mente que o bloqueio das suas emoções em determinadas situações não indicam necessariamente um problema. Por exemplo, se necessitar de impor limites, ajudar numa situação de emergência ou retirar-se de uma conversa ou ambientes tóxicas, sentir-se emocionalmente insensível pode, na verdade, ser benéfico. Torna-se um problema quando a insensibilidade emocional toma conta de toda a sua vida, impedindo que você sinta alegria.

1- Isolamento
Para uma pessoa emocionalmente insensível, socializar e ir a eventos não lhes trará felicidade. Não vêm benefícios em tentar conectar-se com outras pessoas quando eles nem sequer se sentem conectados a si próprios. Assim, em vez de usar toda essa energia para fazer amigos ou participar em eventos, preferem estar em casa, jogar, ver televisão, etc.

Uma pessoa que se dissocia de si mesma e da vida pode achar actividades “normais” super estimulantes. Preferem passar a maior parte do tempo em casa, longe de estímulos avassaladores.

2- Dificuldade em expressar emoções
Em conversas, estas pessoas podem parecer aborrecidas ou entediadas. Não parecem felizes ou tristes, apenas neutros. Além disso, podem não falar e socializar com alguém, a menos que essa pessoa vá e fale com eles primeiro. Podem responder com uma só palavra às perguntas e parecem difíceis de ler. Não fazem isso de propósito ou por serem grosseiros – é apenas um mecanismo de defesa natural.

3- Indiferentes
Pessoas emocionalmente insensíveis não demonstram muito interesse por nada, a menos que realmente tenham paixão por alguma coisa. Na maioria das vezes, parecem quase robôs da natureza, passando pelos movimentos da vida e apenas tentando manter-se à tona. De alguma forma, todos passamos por isso. Numa pessoa emocionalmente insensível isto torna-se no seu modo operativo. Não sabem como expressar emoções sem se sentirem sobrecarregados, então apenas fazem o necessário para sobreviver.

4- Parece que estão noutro planeta
Pessoas com sintomas dissociativos podem parecer que nem estão presentes. Os seus olhos podem ter perdido o brilho, o seu sorriso pode parecer forçado e, no geral, não parecem estar presentes. A realidade pode tornar-se dolorosa, então tentam se afastar dela. Assim não precisam lidar com o sofrimento.

“Embora pareça paradoxal a princípio, muitas pessoas emocionalmente intensas e sensíveis lutam com “insensibilidade emocional”, um tipo de vazio interno que permeia todo o seu ser e retira-lhes a alegria e plenitude que a vida lhes oferece.” – Imi Lo, Psicoterapêuta

Como a maioria dos nossos mecanismos de sobrevivência, separar-nos de uma situação ou evento que causa dor ajuda-nos a sobreviver. Tudo o que fazemos, essencialmente, visa preservar a nossa vida e proteger-nos das ameaças.

5- Falar de forma monótona
Devido à sua incapacidade de sentir emoções extremas, as pessoas que se sentem emocionalmente insensíveis podem parecer robôs a conversar. Não se divertem muito com a vida por qualquer motivo, por isso não ficam muito animados com conversas sobre o quotidiano.

6- Observadores passivos da sua própria vida
Se você conhecer pessoas emocionalmente insensível, podem indicar que se sentem desprendidas na vida, como se estivessem a ver um filme delas próprias. Apesar dos seus esforços para participar, sentem que não conseguem entrar em acção. Sentem-se presas numa experiência perpétua fora do corpo e não sabem como se conectar ao seu corpo e sentimentos.

7- A vida é apenas um sonho
Alguém que se sente desconectado de si próprio pode sentir-se irreal. Por outras palavras, estas pessoas podem sentir que são como uma marioneta sendo puxada em diferentes direcções por uma força invisível. Podem sentir que não têm controle sobre as suas vidas, portanto, a sua solução é não se deixar levar pelo que acontece. tudo parece falso e estranho para elas, como se viessem de outro planeta.

8- Não demonstram interesse em muitas actividades
As pessoas que são emocionalmente insensíveis podem fazer coisas apenas para passar o tempo, como ir a concertos, jogar videojogos, e podem até não gostar dessas actividades. São apenas passatempos para eles, por isso as actividades sociais e do dia-a-dia não despertarão o interesse delas na maior parte das vezes.

9- Podem sentir que tudo (incluindo os próprios) é inútil
Podem ter uma visão niilista do mundo. Não acreditam que a vida tenha significado, então por que dar significado a ela? Não sentem que têm algum propósito em estar aqui, então por que se envolver no drama de ser humano? O mundo não faz sentido para eles, e eles pararam de tentar perceber o mundo há muito tempo.

10- Não mostram emoções fortes em situações intensas
Uma vez que se desconectaram das suas emoções, podem não mostrar muita preocupação numa situação que justifique uma resposta forte. Por exemplo, numa crise ou emergência, podem parecer estóicos e calmos enquanto todos os outros reagem. Isso tem as suas vantagens, mas bloquear as emoções pode levar a uma explosão mais tarde.

11- Não sabem como controlar as suas emoções
Se permitirem que as suas emoções surjam, a intensidade aumentará muito rapidamente. Numa pessoas emocionalmente insensível, geralmente só sentem algo se bloquearam as emoções que se acumularam por muito tempo e que algo as desencadeou. Um gatilho como uma separação, um divórcio, morte na família, perda de emprego ou um problema de saúde pode desencadear emoções intensas.

Como nunca sentem nada, não têm muita prática em lidar com as suas emoções de forma saudável, então os seus sentimentos podem levar a melhor.

Sentir-se emocionalmente insensível tem as suas vantagens (evolutivamente falando), mas na sociedade moderna, isolar-se de qualquer sentimento pode causar isolamento e despersonalização. Ninguém deve se apegar à sua identidade ou emoções para conforto, é claro, mas a resposta está no equilíbrio. Não deixe os sentimentos assumirem o controlo de si próprio, mas também não se deixe isolar da tristeza (e, portanto, da felicidade).

Se você se sente desconectado e emocionalmente insensível, procure o conselho de amigos, familiares ou de um terapeuta. Eles podem ajudá-lo a encontrar formas de se conectar novamente e recuperar a sua alegria na vida. Ninguém deveria te de passar pela vida em piloto automático; enquanto isso pode protegê-lo de experiências dolorosas, também protege de pessoas e coisas que podem trazer a luz e a felicidade.

“Seja vigilante, seja gentil consigo próprio e não se esqueça que conhecer as trevas é a única maneira de apreciar profundamente a luz assim que a encontrar” – Scarlett Trillia

Power of Positivity

Gostou deste artigo?

Clique nas estrelas para avaliar o artigo!

Classificação média / 5. Número de votos:

Como achou este artigo útil...

Siga-nos nas redes sociais!

Também poderá gostar de...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.