Almas Gémeas

Partilha nas redes:

 

Imaginem um cristal que cai ao chão e parte-se em 40 bocadinhos. Todos têm a mesma essência (a mesma natureza), sendo que uns bocados são mais parecidos com uns do que com outros, mas a essência é a mesma. Há uma delas que é a nossa Twin Flame ou seja a nossa chama gémea, a que realmente se parece mais connosco, o que não quer dizer que fiquemos com ela (ela pode não conseguir estar preparada). Aqui o que interessa é o estado de lapidação, ou seja, de trabalho interno que já foi feito, de forma a aproximarmo-nos cada vez mais da nossa Essência Pura.

Como reconhecemos as Almas Gémeas?
Uma sensação de cumplicidade e de que já conhecemos aquela pessoa há muito tempo. E conhecemos, há várias vidas. Já vivenciámos imensas relações com elas noutras vidas. Sensação de sincronia, ou seja estamos super ligados, a pensar uma na outra ao mesmo tempo, a mandar mensagens ao mesmo tempo. Telepatia, com algumas. Uma compreensão nunca antes vista, por vezes não é preciso falar que já está tudo entendido. O envolvimento físico tem um magnetismo nunca antes sentido com as outras almas que não são gémeas (precisamente porque têm o mesmo magnetismo/energia). Há uma sensação de Paz , de Feliz regresso a casa. Como se nunca nos tivéssemos sentido tão preenchidos, tão compreendidos, tão completos e tão plenos. Há uma recordação de quem nós realmente somos, uma lembrança tão profunda e convicção muito grande de quem nós somos – através do reconhecimento da essência que vemos reflectida no outro. São grandes oportunidades de desenvolvimento pessoal, sentimos que nos desenvolvem como pessoa mesmo que por muitas vezes, o facto de serem complementos perfeitos poderá mostrar grandes contradições na forma como vêm o mundo, e grande revolta se não conseguirmos praticar a tolerância e aceitação de formas de ver o mundo diferentes.

Quando é que elas aparecem?
Estamos a reconhecê-las quando estamos preparados para ir mais fundo dentro de nós. Aparecem como espelhos do nosso estado de espírito nas relações nesse dado momento. Revelam-nos a nossa abertura ao outro, os nossos medos, traumas e bloqueios que nos privam de viver um amor mais elevado (Amor Incondicional/Amor puro). O tal Amor Incondicional em que amamos todos da mesma forma. Vão aparecendo para nos lapidarmos e nos superarmos e vivenciarmos as relações com uma postura cada vez mais elevada. Mais pura. Mais incondicional. Sem possessividades, sem medos, sem padrões de rejeições, sem padrões de culpabilidade (ou seja ajudam-nos a ultrapassar os padrões gerados pelos medos e traumas do passado). Mostram-nos também o nosso lado bom, daí ser tão difícil largar mesmo quando o conhecimento que deve ser passado já ter sido transmitido (ou seja, já não haver mais evolução perto dessa Alma Gémea). Porque no fundo estamos apegados ao nosso lado bom, apaixonados por nós próprios. Nessas alturas em que já foi transmitida a informação toda que devia ter sido e que já não há crescimento, a relação deve ser abandonada. Senão poderá levar a altos estados de frustração e de não aceitação da vida. Ao nos apercebermos a altura em que nos geram desequilíbrio, temos de ir novamente em busca do nosso equilíbrio, sozinhos. O objectivo é lidarmos com a informação que nos apercebemos acerca de nos próprios. As pessoas são peões que nos vêm mostrar informação acerca de nós próprios. “Exemplo: estou aqui num padrão de rejeição, isto está-me a mostrar que eu nos relacionamentos atraio pessoas que me rejeitam.” E não ficarmos presos a uma relação que não avança. Temos de ver a realidade como ela é. É importante focarmo-nos no nosso equilíbrio, avançarmos, amarmo-nos, para atrairmos alguém nessa frequência/ numa frequência mais equilibrada. Podemos lapidar-nos sozinhos. Em vez de ter de passar por sofrimentos repetidos. Por várias Almas Gémeas que nos vêm mostrar sempre o mesmo bloqueio. De nada vale ter de passar por 10 Almas Gémeas que nos vem mostrar o mesmo desequilíbrio que há dentro de nós. Há muitas Almas Gémeas (mais homens) que não param de saltar de alma gémea em alma gémea, e vão-se sempre deparar com os mesmos bloqueios com todas as Almas Gémeas com quem vão estando. Isso gera um sofrimento enorme para além de que não lhes dá tempo, nem espaço, nem calma suficiente para perceberem o que é que essa frustração (de não conseguirem desenvolver nenhuma relação amorosa saudável) lhes está a querer dizer. Que mudança interna é que têm de fazer. Estão a buscar fora o que não têm dentro. Amor próprio/ equilíbrio/ confiança. Sugam energia em vez de gerarem energia e de a darem. Não tem tempo, espaço, nem calma para lidarem com os seus bloqueios. E vão saltando…saltando…de uma par outra, na ilusão de que os problemas estão dentro das almas gémeas com quem estão, e não dentro deles. Eles atraem almas gémeas precisamente com o mesmo bloqueio que eles têm. São espelhos perfeitos. Quer no bom, quer no mau,. Estão-se a ver ao espelho. São pura e simplesmente espelhos.
Aqui a mensagem importante é as Almas Gémeas ajudam-nos a superarmo-nos, a ultrapassarmos ou nossos limites, os nossos padrões, bloqueios, medos. Como é que tornamos o processo mais rápido? Aceitando e lidando com informação que cada uma nos traz acerca de nos próprios. Olhando para dentro e lidando com isso. Lapidação. Quanto mais nos lapidarmos, nos equilibrarmos, e nos AMARMOS mais rápido virá uma Alma Gémea no mesmo estado, pronta para vivenciar um amor superior, mais elevado.

AMEM-SE, E ACEITEM AS ALMAS GÉMEAS, PORQUE A NÃO ACEITAÇÃO DELAS, É A NÃO ACEITAÇÃO DE VOCÊS PRÓPRIOS. Não estejam em busca fora do que não têm dentro. Temos de estar completos para viver um Amor Completo. Focus = EQUILIBRIO a todos os níveis. Os prazeres terrenos (sexuais, adições, etc) só nos distraem da nossa evolução. Enquanto dedicamos energia aí, não dedicamos a energia ao trabalho interno que DEVE ser feito. E quanto mais o adiarmos mais sofrimento passaremos. Porque vão voltar a acontecer as mesmas situações mas em cenários diferentes, com pessoas diferentes, mas a lição é a mesmo. O sofrimento é que já é a dobrar por estarmos a repetir aprendizagens iguais. Ou seja, repetirmos as mesmas lições. Pode levar ao desespero.

Mensagem principal: AMEM-SE e superem-se. Focus – evolução e cumprir a nossa missão. Amem as ALMAS GÉMEAS e tratem-nas bem porque estão a ter um papel fundamental na vossa evolução, e fazem-no por PURO AMOR. Apesar de não o parecer. QUANDO NOS AMAMOS, TUDO DE BOM VEM TER CONNOSCO 🙂 

 

RELACIONADO:  Índigos - o que são e por que são especiais

Texto escrito por Sofia Leite e Martim Sousa e Melo

Partilha nas redes:

rickyunic

Um projecto com mais de 15 anos, onde apresento e abordo assuntos que me interessam a cada momento da vida. Desde humor, a saúde, passando pela tecnologia, a sexualidade e a espiritualidade. Tudo é válido neste espaço. Conto consigo para passar um bom momento a dois. Peace and Love. Carpe diem. Namastê.

Também poderá gostar de...