Quantcast

10 coisas que o dinheiro não pode comprar

“O dinheiro nunca fez o homem feliz, nem fará; não há nada na sua natureza que produza felicidade. Quanto mais se tem, mais se quer.”
– Benjamin Franklin

Quando atingirmos uma certa idade, começamos a perceber a importância do dinheiro. Embora seja verdade que o dinheiro não compra felicidade, pelo menos fornece alguma segurança e estabilidade.

Ser pobre nunca é algo que alguém se esforce para alcançar. Muitas pessoas que se tornam extremamente ricas costumam crescer em família pobres, o que fortalece a sua decisão de nunca mais reviver essa experiência.

Não há nada de errado em termos dinheiro, por si só. Muitas pessoas ricas trabalham diligentemente para alcançar o sucesso necessário para acumular riqueza. A priorização de acumular dinheiro a todo o custo é que é o problema. É nessa busca incansável que muitas pessoas percebem que o dinheiro não é, e nunca será, a resposta para o que faz uma pessoa feliz.

Se precisar de provar, pensa em Hollywood. Quantos actores, cantores e outros artistas vemos se destruírem completamente por causa de drogas, álcool, depressão e outros vícios?

Robin Williams, um dos melhores actores e comediantes de todos os tempos, suicidou-se – devido à depressão e ao vício em drogas. Ele era extremamente rico e bem-sucedido, mas a riqueza não foi suficiente para poupar a sua vida do suicídio.

Vamos falar de 10 coisas que o dinheiro não pode comprar.

AMOR
O dinheiro pode comprar luxúria, atracção e poder. Mas não pode comprar amor.

O amor é algo íntimo, sincero, misterioso. O dinheiro não é nenhuma dessas coisas. O dinheiro é simplesmente um método de troca – nem mais nem menos. É utilizado para pagar por um produto ou serviço; conveniência, conforto e luxo – nenhum dos quais tipifica o que os seres humanos realmente necessitam.

Muitos de nós descobrimos essa lição da maneira mais difícil. Acumulamos muitas coisas, apenas para nos sentirmos mais vazios, no final das contas. Isso acontece porque fomos criados numa cultura que glamouriza a riqueza.

VERDADE
O dinheiro pode comprar influência, mas as verdades são mais influentes. Frequentemente, o dinheiro é gasto para promover crenças e até pode ser gasto para criar estudos tendenciosos para sustentar uma opinião. E, muitas vezes, é o dinheiro que ganha, a curto prazo.

No final, não importa quanto dinheiro seja gasto para sufocar ou distorcer a verdade. Ela sempre virá ao de cima, no final.

Leia também:  Foda-se a opinião dos outros

TEMPO
Cada minuto que passa é um tempo que nunca vai voltar; estamos um minuto mais perto de morrer. A nossa vida começa a desaparecer a partir do momento em que nascemos.

Apesar de todos os avanços científicos e médicos, não existe uma maneira prática de prolongar significativamente a vida. As pessoas extremamente ricas gastaram quantias de dinheiro incontáveis na tentativa vã de ganhar tempo nas suas vidas apenas para descobrir que morrem com a mesma idade que todos os outros.

Nenhuma quantia de dinheiro será capaz de atrasar os relógios ou de fazer parar o tempo.

Devemos simplesmente viver a vida ao máximo, momento a momento, enquanto podermos.

PAZ
A nossa paz interior não depende do “saldo” da nossa conta bancária. É a forma como treinamos a nossa mente, estabelecemos expectativas e definimos o que paz interior realmente significa para nós. É a única coisa que nos trará a verdadeira paz.

Aceite quando as coisas menos boas acontecem e transforme isso numa experiência positiva.

Veja a quantidade incontável de dinheiro que os governos e pessoas gastaram em nome da “paz” que nunca foram capazes de se aproximar do que definiríamos como “pacíficas”.

TALENTO
Os dons e as capacidades que possuímos na nossa mente e corpo não têm preço. Embora o dinheiro possa certamente ajudar a desenvolver um talento, ele nunca poderá comprar um talento ou uma capacidade.

Os processos mentais e a destreza da mente e do corpo nunca serão comprados. São inestimáveis.

SAÚDE
Embora seja verdade que o dinheiro pode comprar cuidados de saúde e medicamentos, não pode substituir a saúde natural depois de acabar. Ao mesmo tempo, actividades físicas, medicina preventiva e autocuidado natural custam pouco ou nada.

É quase deprimente ver celebridades a gastar quantias exorbitantes de dinheiro na tentativa vã de manter a sua “beleza natural”. Em primeiro lugar, o envelhecimento é uma beleza natural; as rugas é uma beleza natural; o cabelo grisalho é uma beleza natura. Por outro lado, os procedimentos cirúrgicos que implantam plásticos e outras substâncias medicinais no corpo não são nada naturais.

BOAS MANEIRAS E CLASSE
Pessoas rudes existem em todo o espectro do dinheiro. Tratar alguém com respeito obviamente não vem da riqueza. Podemos argumentar que existem mais snobes ricos e bem-sucedidos do que aqueles com posses modestas.

O dinheiro pode realmente colocar-nos numa “classe superior”, seja o que isso significar. Mas certamente não nos torna elegantes.

AMIGOS VERDADEIROS
Ter dinheiro certamente pode atrair pessoas que querem ser amigas, mas não garante uma amizade verdadeira.

Leia também:  Doses pequenas de álcool beneficiam o cérebro

A maioria dos amigos verdadeiros ama-se e são aqueles que estão “lá” durante a queda e ainda continuam “lá” quando nos levantamos.

Dinheiro e posses não importam para os verdadeiros amigos. A pessoa que somos é que é importante.

CONHECIMENTO
A informação que acumulados, os elementos do nossos intelecto e a forma como exibimos sabedoria nunca podem ser comprados.

Já se perguntou por que algumas das pessoas mais ricas parecem agir de forma mais imbecil? Isso acontece porque o dinheiro influenciou os seus processos de pensamento.

Algumas pessoas ricas dizem que o dinheiro as faz sentir “invencíveis” e, como resultado, tomaram decisões realmente más. Portanto, não é apenas a aquisição do conhecimento que o torna inestimável, é a aplicação desse conhecimento. Nenhum dos quais o dinheiro pode comprar.

PRESENÇA E ACEITAÇÃO
Talvez o mais importante seja a presença e a aceitação – a capacidade de estar atentamente presente e aceitar, sem julgar, toda e qualquer situação.

Este presente que muda vidas não está disponível para compra; apenas para aqueles que procuram compreender e aplicar estes conceitos.

A capacidade de estar presente, ao aceitar cada momento enquanto navegamos na vida, é um presente valioso… mais valioso do que qualquer quantia de dinheiro. Afinal, se praticarmos a presença e a aceitação ao longo da vida, qual é a necessidade de dinheiro?

0 0 VOTOS
Avaliação do artigo
🔥 Sugestões:

rickyunic

Um projecto com mais de 19 anos, onde apresento e abordo assuntos que me interessam a cada momento da vida. Desde humor, a saúde, passando pela tecnologia, a sexualidade e a espiritualidade. Tudo é válido neste espaço. Conto consigo para passar um bom momento a dois. Peace and Love. Carpe diem. Namastê.

Também poderá gostar de...

0 0 VOTOS
Avaliação do artigo
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários