Chá quente associado a maior risco do cancro do esófago

PUBLICIDADE

 

Beber chá a altas temperaturas está associado a um maior risco de cancro do esófago em indivíduos que também consomem bebidas alcoólicas e fumadores, demonstrou um estudo.

Conduzido por Jun Lv, do Departamento de Epidemiologia e Bioestatística da Universidade de Pequim, China, e equipa, o estudo teve por base a análise do consumo de chá muito quente e a incidência de cancro do esófago em 456,155 chineses, com idades compreendidas entre os 30 e os 79 anos de idade e que foram seguidos durante uma média de 9,2 anos.

Além de ser a maior consumidora de chá, a China é também o país com uma das maiores incidências de cancro do esófago. Os homens chineses apreciam particularmente chá quente, mas também fumar e consumir bebidas alcoólicas.

Durante o período de acompanhamento, 1,731 participantes foram diagnosticados com cancro do esófago.

Foi verificado que os consumidores de chá muito quente e que também fumavam e consumiam bebidas alcoólicas em excesso apresentavam um risco cinco vezes maior de desenvolverem cancro do esófago em comparação com indivíduos que não possuíam nenhum daqueles três hábitos.

Foi também verificado, no entanto, que aquela associação não se verificava em quem não consumia bebidas alcoólicas em excesso, nem fumava e bebia chá muito quente.

Segundo os investigadores, fumar e consumir bebidas alcoólicas, assim como os compostos químicos e os efeitos térmicos adversos do consumo de chá quente, fazem complicar consideravelmente a associação entre beber chá e o risco de cancro.

Mediante os resultados observados, os investigadores sugerem que poderá ser benéfico para os indivíduos que fumem ou abusem de bebidas alcoólicas deixarem de beber chá quente.

 

Via: Estudo publicado na revista “Annals of Internal Medicine”, Photo by freestocks.org from Pexels, Artigo

PUBLICIDADE

Também poderá gostar de...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.