Consumir mangas beneficia a saúde intestinal

Partilha nas redes:
Tempo de leitura: 2 min.

 

O consumo de mangas é mais eficaz no alívio da obstipação e redução da inflamação intestinal do que uma quantidade de fibra comparável, indicou um estudo.

O estudo conduzido por uma equipa de investigadores na Universidade de Texas A & M, EUA, revelou que a vantagem demonstrada pelas mangas residirá no seu teor de polifenóis bioactivos que ajudam a reduzir os marcadores da inflamação e alteram a constituição do microbioma presente no trato gastrointestinal.

Para o estudo, que durou quatro semanas, os investigadores recrutaram 36 homens e mulheres adultos que sofriam de obstipação crónica.

Os participantes foram aleatoriamente divididos em dois grupos. Os participantes de um grupo consumiram 300 gramas de manga por dia (o equivalente a uma manga) e o outro grupo a quantidade de fibra equivalente à fruta, em forma de pó (uma colher de chá ou cinco gramas de suplemento de fibra de psílio).

No decorrer do estudo, a equipa avaliou a alimentação dos voluntários através de um questionário, de forma a assegurarem que os hábitos alimentares não tinham mudado. Foi verificado que ambos os grupos da manga e da fibra consumiam quantidades equivalentes de calorias, hidratos de carbono, proteínas, gordura e fruta.

Como resultado, foi observada uma melhoria na severidade da obstipação em todos os participantes.

No entanto, as mangas revelaram serem mais eficazes na redução dos sintomas da severidade em relação à fibra. A manga demonstrou melhorar significativamente a frequência, consistência e formato das fezes e melhorou os níveis de ácidos gordos de cadeia curta que indicam uma melhoria na composição intestinal microbiana. Foi ainda observada uma redução nos biomarcadores de inflamação.

RELACIONADO:  A massa parece ser saudável e ainda fazer emagrecer

“Os suplementos de fibra podem ajudar no tratamento da obstipação, mas não tratam todos os sintomas como a inflamação intestinal”, concluiu Susanne Mertens-Talcott, autora correspondente do estudo.

 

VIA: Estudo publicado na “Molecular Nutrition and Food Research”, Photo by Trang Doan from Pexels, artigo

Gostou deste artigo?

Clique nas estrelas para avaliar o artigo!

Classificação média / 5. Número de votos:

Como achou este artigo útil...

Siga-nos nas redes sociais!

Partilha nas redes:

rickyunic

Um projecto com mais de 15 anos, onde apresento e abordo assuntos que me interessam a cada momento da vida. Desde humor, a saúde, passando pela tecnologia, a sexualidade e a espiritualidade. Tudo é válido neste espaço. Conto consigo para passar um bom momento a dois. Peace and Love. Carpe diem. Namastê.

Também poderá gostar de...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.