3 analgésicos naturais que são tão poderosos quanto os químicos, sem os efeitos colaterais

Photo by JOSHUA COLEMAN on Unsplash
Partilha nas redes:

Dor aguda ou crónica é algo que todos nós na nossa vida já sentimos ou vamos sentir num momento ou outro. Mesmo que a dor seja um poderoso alerta que o nosso corpo transmite quando algo não está bem, uma forma de lidar com a dor é, muitas vezes, necessária para ter uma vida funcional.

O primeiro recurso para lidar com a dor, por norma são prescritos medicamentos. Estes medicamentos têm efeitos colaterais, no entanto, as pessoas começam a se aperceber que existem soluções mais naturais que podem ser tão ou mais eficazes que os poderosos químicos. Vamos conhecer 3 analgésicos naturais.

Açafrão
O açafrão é um poderoso anti-inflamatório natural com propriedades excepcionais no alívio da dor. O açafrão é um tempero antigo comummente utilizado na culinária indiana e asiática. Tem mostrado funcionar melhor que muitas outras drogas analgésicas no alívio da artrite, dor nas articulações, rigidez e espasmos musculares, etc.

O açafrão é um analgésico natural e inibidor de COX-2, tem demonstrado ser seguro e eficaz, devido à sua capacidade de parar a inflamação e também suprimir a dor relacionada com nervos. É excepcional para quem sofre de fibromialgia.

Boswellia
Muitas vezes chamada de incenso indiano, a boswellia tem origem nas áreas secas da Índia, de África e do Mediterrâneo. É uma planta notável e está a tornar-se mais conhecida pelas suas propriedades anti-inflamatórias. A inflamação é a raiz da dor crónica. Os ácidos boswellicos bloqueiam a superprodução da actividade citotécnica em tecidos danificados, enquanto aumenta o fluxo sanguíneo para as articulações. Esta combinação também demonstrou aumentar a mobilidade das articulações e ajudar nas articulações rígidas.

A boswellia mostrou um grande sucesso na redução de doenças inflamatórias, como Crohn, artrite reumatóide, osteoartrite, colite ulcerativa e outras inflamações dolorosas. Muitos estudos demonstraram que é tão eficaz quanto os AINEs (anti-inflamatórios não esteróides), que são medicamentos normalmente prescritos para problemas relacionados com a inflamação e a dor crónica.

Astaxantina
A astaxantina é um fitonutriente de cor vermelha sintetizada por microalgas Haematococcus, e também é conhecida como o “rei dos carotenóides”. É cultivado em água doce utilizando técnicas sofisticadas que estimulam as algas a desenvolver os seus próprios medicamentos poderosos, protegendo-os da oxidação, da radiação UV e de outros stressores ambientais.

Embora a astaxantina possa não ser tão poderosa quanto os principais anti-inflamatórios químicos, ela é considerada uma das mais fortes da natureza. Vários ensaios clínicos demonstram que a astaxantina inibe naturalmente muitos dos conhecidos mediadores da inflamação, o que ajuda na inflamação e dor sem efeitos secundários.

Tem sido utilizada para dor nas articulações, musculares e outras dores fortes. Como a astaxantina é lipossolúvel (diferente da maioria dos antioxidantes), ela é transportada directamente pelas moléculas de gordura para os músculos, tecidos e órgãos onde é mais necessária, como o cérebro, o tecido mamário, o tecido prostático, os músculos esqueléticos e a retina.

Naturalmente que a eficácia destes analgésicos naturais depende de vários factores, incluindo o estilo de vida actual e os hábitos alimentares de cada pessoa. Para eliminar a fonte da dor, o primeiro passo é equilibrar o seu ecossistema interno.

 

RELACIONADO:  Curcuma é mais eficaz a matar células cancerígenas do que quimio ou radioterapia

[via]

Partilha nas redes:

rickyunic

Um projecto com mais de 15 anos, onde apresento e abordo assuntos que me interessam a cada momento da vida. Desde humor, a saúde, passando pela tecnologia, a sexualidade e a espiritualidade. Tudo é válido neste espaço. Conto consigo para passar um bom momento a dois. Peace and Love. Carpe diem. Namastê.

Também poderá gostar de...