Quantcast

7 formas de se proteger dos “vampiros de energia”

Já se sentiu esgotado depois de estar com um amigo, colega, familiar ou até mesmo o seu companheiro?

“Vampiro de energia” é um termo usado para descrever uma pessoa que, figurativamente e literalmente, suga a sua energia. Estas pessoas esgotam-nos com a sua carência e muitas vezes nem têm consciência disso.

A má notícia é que ter alho por perto não será suficiente para afastar estes vampiros.

 

Vivemos num mar de energia em movimento. Ao longo de cada dia, esbarramos em diferentes energias que não são as nossas. Como a energia flui na direcção da força, podemos ser puxados para outras “órbitas de energia”. Algumas delas fazem-nos sentir mais leves e elevam o nosso ânimo, como as da natureza, bebés, risos ou pessoas queridas. Os vampiros de energia fazem o oposto. São aqueles que, por exemplo, adoram fofocar e iniciar dramas, que são extremamente auto-depreciativos ou aqueles que nunca têm nada de positivo a dizer.

Os vampiros de energia não são necessariamente pessoas más, e provavelmente todos nós já estivemos no lugar delas em algum momento da nossa vida. Algumas pessoas simplesmente não sabem como lidar com os seus próprios problemas e, na maioria das vezes, podem não ter a menor ideia de que o seu comportamento está afectando negativamente os outros. É por isso que é crucial estabelecer limites com os vampiros de energia, de modo a que o seu impacto sobre você seja mínimo.

 

Cuidado com os vampiros de energia
O primeiro passo para se proteger contra esses vampiros é reconhecê-los. Com quem se sente constantemente esgotado? Sente-se mais sonolento perto deles? Eles deixam-no exausto enquanto eles ficam mais enérgicos?

Uma vez identificado, eis como sugiro lidar com os vampiros de energia na sua vida:

 

Siga estas 7 etapas:
1. Ouça o seu corpo
Depois de passar algum tempo com um vampiro de energia, o seu corpo pode dar-lhe pistas, como sentir-se bastante cansado. A principal dica para estabelecer limites com vampiros de energia é educarmo-nos para reconhecermos os sinais; o nosso corpo geralmente está a tentar dizer-nos alguma coisa e temos de aprender a ouvi-lo.

Dessa forma, da próxima vez que entrar em contacto com alguém com tendências sugadoras de energia, saberá o que está a acontecer e estará preparado para dar os próximos passos.

Leia também:  Efeitos da privação de sono poderão depender dos genes

2. Lembre-se de que você está no controlo
Embora possa não parecer, você é, na verdade, quem está no controlo dessas situações. O poder de se sentir melhor está nas suas mãos.

Manter esses vampiros de energia na sua vida será mais prejudicial à sua saúde física e mental. Você tem o pode de os deixar partir e viver uma vida feliz.

Você não está condenado a ter a sua energia sugada para sempre se estiver disposto a fazer uma mudança.

3. Seja directo e sem confrontos
Ser franco é a melhor maneira de falar com um vampiro de energia.

Trabalhe para ser directo. Explique como o comportamento deles afectou o seu bem-estar. Ao mesmo tempo, reforce que você valoriza o seu relacionamento com eles e está comprometido em manter o relacionamento. Esta conversa tende a funcionar melhor quando não estamos num nível emocional alto e podemos expressar os nossos sentimentos de uma forma sem entrar em confronto.

4. Faça uma pausa
Dar um tempo não é apenas para relacionamento românticos. Você pode precisar de fazer uma pausa longe de alguém para avaliar o seu relacionamento e perceber como você se sente diferente quando se distancia.

Às vezes, um simples afastamento de um vampiro de energia pode ajudá-lo a se sentir melhor equipado para lidar com ela. Se isso ainda não funcionar e ela não parecer empenhada em mudar o seu comportamento, então você tem que fazer alguns ajustes de longo prazo.

5. Saiba quando cortar o relacionamento completamente
Para melhor ou pior, não podemos mudar as pessoas. No entanto, podemos mudar a forma como interagimos com elas. É necessário pesar os prós e contras do relacionamento e estarmos prontos para ir embora, se necessário. Se a sua situação não estiver a melhorar depois de uma conversa directa, talvez seja necessário tomar algumas medidas mais drásticas.

6. Não se sinta culpado por estabelecer limites.
Não confunda estabelecer limites com ser cruel. Definir limites não o torna uma pessoa má! Lembre-se de que, em última análise, você precisa fazer o que é melhor para si próprio e para a sua saúde mental, e não há motivo para se sentir culpado.

Às vezes as pessoas tendem a se sentir culpadas ou chateadas por ter que estabelecer limites. É normal se sentir assim, mas é importante ser firme nos limites que você define.

Leia também:  Só um génio consegue resolver esta operação matemática

Imponha limites. Se estivermos abertos a ouvir uma pessoa a reclamar, ela virá até nós para reclamar. Tente mudar a conversa para algo mais positivo.

Por outro lado, limite o tempo gasto em conversas negativas. Não se envolva nisso – mude a conversa. Consegue reservar um tempo para alguém sem se apegar ao que ela está a dizer?

7. Proteja-se desses sugadores de energia
Imagine uma cúpula dourada envolvendo o seu corpo antes de sair de casa. Peça protecção ao Universo e pela que a única energia que pode penetrar na cúpula seja de amor e de alta vibração. A energia segue a intenção. Quanto mais você acreditar, mais forte será a protecção.

 

Lembre-se: você está no controlo
No final, você controla quanta energia os vampiros sugam de você.

Precisamos de energia positiva e força para darmos o nosso melhor e passar pela vida – portanto, não dê aos outros o poder de tirar a sua energia positiva.

Aprender a dizer não e estabelecer limites acabará por torná-lo uma pessoa muito mais forte, e não há melhor momento para começar do que agora.

Vá em frente. Comece a caça aos vampiros e seja uma pessoa mais feliz.

0 0 VOTOS
Avaliação do artigo
🔥 Sugestões:

rickyunic

Um projecto com mais de 19 anos, onde apresento e abordo assuntos que me interessam a cada momento da vida. Desde humor, a saúde, passando pela tecnologia, a sexualidade e a espiritualidade. Tudo é válido neste espaço. Conto consigo para passar um bom momento a dois. Peace and Love. Carpe diem. Namastê.

Também poderá gostar de...

0 0 VOTOS
Avaliação do artigo
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários