11 benefícios científicos de ter um gato

Partilha nas redes:
Tempo de leitura: 7 min.

 

Eles são fofos, independentes, a Internet está apaixonada por eles, e há provas científicas de que ter um patudo é realmente bom para a sua saúde. Ter um felino ao seu lado pode ser tão recompensador e benéfico quanto qualquer outra amizade animal.
Estudos mostram que apenas assistir a vídeos de gatos na Internet pode aumentar a energia de uma pessoa e criar emoções positivas, ao mesmo tempo que diminui os sentimentos negativos – portanto, não é surpresa que ser tutor de um gato tenha vários benefícios. Vamos conhecer alguns:

1. Ter um gato é melhor para o meio ambiente
Se está preocupado com a sua pegada de carbono, é melhor ter um gato do que um cão. Um estudo de 2009 descobriu que os recursos necessários para alimentar um cão ao longo de sua vida criam a mesma pegada ecológica que a de um carro Toyota Land Cruiser. Os gatos, em geral, comem menos que os cães e são mais propensos a comer peixe do que produtos com sabor a milho ou carne – têm uma pegada de carbono que se aproxima de um pequeno carro do tipo hatchback.

2. Vão ajudá-lo a ultrapassar a perda…
Perder um ente querido é doloroso, mas uma das melhores maneiras de enfrentar essa realidade é ter um animal de estimação. Foi demonstrado que os gatos ajudam as pessoas a superar a sua perda mais rapidamente e menos sintomas físicos de dor, como chorar. Apesar do facto de que eles são apenas animais, os gatos servem como um apoio social durante os tempos mais difíceis. Pessoas em luto relatam que conversar com o seu animal de estimação para desabafar os seus sentimentos torna-se mais fácil porque os felinos não respondem nem podem julgar.

Photo by Alena Koval from Pexels

3. …e a encontrar a sua cara-metade
Se você é um homem solteiro e não consegue um encontro, adopte um gato! Uma pesquisa britânica descobriu que 82% das mulheres concordam que são mais atraídas por homens que gostam de animais. E, embora ter um cão faça maravilhas pela sua vida amorosa, 90% das mulheres solteiras dizem que os homens que têm um gato são “mais fixes” do que os outros. Indicar no perfil que é tutor de um gato pode fazer maravilhas pelo número de respostas que vai receber – mas lembre-se, um gato é para a vida, não apenas para encontrar uma parceira.

4. Tutores de gatos são inteligentes
Um estudo realizado em 2010 pela Universidade de Bristol com tutores de animais de estimação, descobriu que as pessoas que tinham gatos eram mais propensas a ter diplomas universitários do que a sua contra-parte que era amante de cães. Não é o próprio gato que torna o tutor mais inteligente: o estudo concluiu que pessoas mais inteligentes tendem a trabalhar mais horas e, como os gatos exigem menos atenção do que os cães, eles são a melhor opção para um intelectual mais ocupado.

5. Terá um coração mais saudável
Possuir qualquer animal de estimação é bom para o seu coração. Os gatos, em particular, diminuem seu nível de stress – possivelmente porque não exigem tanto esforço quanto os cães – e diminuem a ansiedade. Acariciar um gato tem um efeito calmante positivo. Um estudo descobriu que num período de 10 anos, os tutores de gatos tinham menos 30% de chances de morrer de ataque cardíaco (embora isso possa acontecer porque os tutores de gatos são mais relaxados e têm menos stresse em geral).

6. Cumprem a sua necessidade de companheirismo
O estereótipo de que os cães são mais afectivos do que os gatos é exactamente isso: um estereótipo. Na verdade, os gatos podem ser tão bons quanto os cães, especialmente para as mulheres. Um estudo austríaco realizado em 2003 descobriu que ter um gato em casa é o equivalente emocional de ter um parceiro romântico. Mas os gatos têm a vantagem. Depois de milhares de anos de domesticação, aprenderam a fazer uma espécie de ronronar e rugido que soa como o choro de um bebé humano. E como os nossos cérebros estão programados para responder à angustia dos nossos filhos, é quase impossível ignorar o que um gato quer quando exige dessa forma.

7. Eles podem revelar muito sobre a sua personalidade
A sua escolha para animal de estimação revela algo sobre a sua personalidade. Enquanto os amantes de cães tendem a ter uma vida mais de festa, os tutores de gatos são mais silenciosos e mais introvertidos. Os tutores de gatos também são menos manipuladores e mais modestos.

8. Vai dormir melhor
Vários estudos e pesquisas no Reino Unido descobriram que as pessoas (especialmente mulheres) preferem dormir com os seus gatos do que com os seus parceiros, e até indicam que dormem melhor com um gato do que com um humano. Um estudo do Centro de Medicina do Sono da Mayo Clinic indica que 41% das pessoas dormiram melhor por causa do seu animal de estimação, enquanto apenas 20% disse que levou a distúrbios.

9. Ser tutor de um gato significa menos alergias
Infelizmente, é tarde demais para si, mas se você tiver um filho a caminho e não tenha um fato em casa, talvez seja hora de adoptar um gato. Em 2002, o National Institutes of Health divulgou um estudo que descobriu que crianças com menos de um ano de idade que foram expostas a um gato, tinham menor probabilidade de desenvolver alergias – e não apenas alergias relacionadas com animais de estimação. De acordo com o médico Marshall Plaut, “altas exposição a animais desde cedo parece proteger contra alergias, e não apenas alergias relacionadas com animais, mas também outro tipo de alergias comuns, como alergia a ácaros, erva-cidreira e relva”. Enquanto o parasita do gato Toxoplasma gondii é uma ameaça para crianças pequenas, os especialistas dizem que mudando ou limpando a caixa de areia do seu gato todos os dias e mantendo o animal dentro de casa, você deve estar seguro e livre de alergias.

10. Podem salvar a sua vida
Os gatos têm a reputação de serem indiferentes e de não se importarem com os seus tutores, mas salvaram várias vidas ao longo dos anos. No Reino Unido um gato avisa o seu tutor quando este está prestes a ter um ataque epiléptico, enquanto que um gato em Montana acordou dois seres humanos quando começou uma fuga de gás num tubo. Os bombeiros informaram o casal que a casa poderia ter facilmente explodido se não fosse a intervenção do gato.

Photo by Monica Silvestre from Pexels

11. Vão ajudá-lo na cura
Um gato a ronronar é um dos sons mais reconfortantes do mundo e, embora possa significar que o seu fato está feliz e confortável, o som também está associado a uma capacidade de cura terapêutica em ossos e músculos humanos.
O ronronar dos gatos cria vibrações com uma frequência de 20-140 Hertz, e estudos mostram que as frequências na faixa dos 18-35 Hertz têm um efeito positivo sobre a mobilidade das articulações após uma lesão.

 


[via e via]

Gostou deste artigo?

Clique nas estrelas para avaliar o artigo!

Classificação média / 5. Número de votos:

Como achou este artigo útil...

Siga-nos nas redes sociais!

Partilha nas redes:

Também poderá gostar de...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.